Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

75 anos

Em 8 de maio de 2020, completei 75 anos de idade! Não é pouca coisa, certo? Sinto-me estranho, reflexivo e com sentimentos dúbios. Declínio biológico inevitável, porém mental e espiritualmente jovem - já que a nossa alma, nossa essência, não tem idade.  Sonhos a realizar e renovado projeto de vida, às vezes uma sensação estranha me envolve ao pensar em tudo o que já vivi, no fardo da experiência, e no ocaso da minha geração. Ao mesmo tempo, sinto-me feliz de fazer parte dos novos tempos em que vivemos mais e de uma nova geração que nessa fase de vida nem pensa em se aposentar, e ver que muitos de nós ainda “estamos no pedaço”, em plena atividade. No entanto, confesso que em alguns momentos vendo a situação social, política, econômica, profissional e cultural vigente no Brasil e os valores e a condição humana no planeta, dá um intenso desejo de “sair do palco”. Não de morrer, propriamente, mas de ficar no meu canto, porque ao meu redor – com as (felizmente) muitas e honrosas exceções

Últimas postagens

Dia do músico e da música: o legado

Abreviados: modernidade ou penúria?

O menino no espelho

Mosaico

Os significados

Entre erros e acertos, resolvi viver!

O sorriso da Alicia Keys

Vai chegar o dia...

O VOO

Carta ao meu pai

Sou só gratidão

O melhor idioma do amor são as canções

Estrela ou Cometa? Quem são essas pessoas?

Sobre Relacionamentos: Eu Posso Explicar... Rachelle Ferrell